Total de acessos

Teste

sexta-feira, 2 de fevereiro de 2018

Exame: Preços de imóveis têm perda real de 24% em 4 anos, diz Abecip

“Esses números mostram a crise gigantesca que o setor enfrentou”

Os preços dos imóveis caíram 2% de dezembro de 2014 a dezembro de 2017, segundo dados do Índice Geral do Mercado Imobiliário Residencial (IGMI-R), calculado com base em dados da Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip). Mas, se for descontada a inflação, a queda é muito maior, de 24,%, reflexo da forte crise por que passou o setor imobiliário brasileiro nos últimos quatro anos, afirma Gilberto Duarte de Abreu Filho, presidente da Abecip. “Esses números mostram a crise gigantesca que o setor enfrentou”, diz. Segundo ele, a queda de 0,60% em 2017 nos preços indica que o mercado começa a apresentar uma recuperação. “No ano passado, começamos a ver um movimento sutil, um começo de reação dos preços”, diz.

Em algumas cidades, inclusive, já houve alta dos preços, como São Paulo, com 0,40%, Curitiba, com 0,77% e Salvador, com 0,24%. “Isso reforça nossa visão de que vamos ter alguma recuperação mais forte este ano”.

Os dados da Abecip mostram também variações de preços diferentes de acordo com o tipo de imóvel. No caso de São Paulo, as casas perderam mais valor, 5%, de 2014 até 2017, o que significa 26,2% de perda real. Já os apartamentos subiram 2,2%, o que significa queda real de 20.2% no período. O estudo da Abecip incluiu as regiões da cidade de São Paulo e mostrou que, nas regiões mais periféricas e mais pobres, os imóveis perderam mais valor. Caso do extremo da Zona Sul, onde as casas caíram 10% e os apartamentos, 10,5%, o que representa perdas reais de 29,5% e 30,2%, respectivamente. “Isso pode ser explicado porque a crise e o desemprego afetou mais a população dessas regiões”, explica Abreu Filho.

(Portal Exame.com - Seu Dinheiro - 31/01/2018)

VEJA VÍDEOS SOBRE O ASSUNTO AQUI NO BLOG OU PELO LINK

11 comentários:

  1. Corvos são aves em extinção.
    De vez em quando ,aparecia um para tentar salvar os 6% para comprar fubá para fazer mingau de couve, mas com os fatos, lhes faltam argumentos.

    Bom, se caiu 0,1% já quebrou o paradigma q imóvel nunca desvaloriza.

    6% corroendo cada vez mais senhores corvos de plantão.
    Apartamento de 40 M2 querem vender por 400.000, daqui a 20 anos quando a depreciação e a desvalorização corroer o preço aí vcs vão conseguir vender. Mas até lá já estarão depenados kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    Corvos raça passa fome kkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    6% de nada é nada kkkkkkkkkkkkkkkkkkk kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Vai veno vai.... Corvos

    ResponderExcluir
  2. “Esses números mostram a crise gigantesca que o setor enfrentou”. Interessante como colocam a noticia.
    O mercado imobiliário ainda vai demorar e muito para se ajustar, até caírem na real que os preços estão fora em relação a renda das pessoas + falta de comprador com potencial e custos de IPTU e inflação. Só vai melhorar nas expectativa deles. Que venha os leiloes ... alem das falcatruas da caixa.

    ResponderExcluir
  3. imóvel que vale 80.00,00, estou pedindo 350.000,00.
    Beleza, vendo por 270.000,00 com desconto de 24%.
    Essa é a realidade. Só perguntar pra quem está tentando comprar imóvel fora das comunidades em São Paulo.

    ResponderExcluir
  4. R$ 50,00 a enxada, corvos!!!

    ResponderExcluir
  5. Para quem leu a matéria, vai ver que que a construção civil, começa a dar sinais de recuperação. Isso de âmbito nacional, com destaque para o interior do estado de São Paulo, onde já se vê um aquecimento, ainda que tímido,desde o segundo semestre do ano passado.Isso é muito bom para o nosso país, onde o setor demitiu milhares pais de família(pedreiros,serventes,revendedores,entregadores,etc.).É um leque tão grande que talvez atingiu milhões de pessoas.Que a mente de pessoas que torcem para que o ¨quanto pior melhor¨, sejam iluminadas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. CORVO DETECT desesperado para vender um 40 m2 por 380.000 para salvar o leite dos corvinhos.

      Pedreiro cobrando 200 por dia?
      Um dia pedi para um pedreiro orçar para rebocar uma parede, ele olhou olhou e disparou 3.000.
      Corvos vendendo 40 m2 por valores surreaais.

      E eu tenho que ter dózinha?

      E os milhares de endividados?

      Excluir
    2. Progresso só com preços baixos...especulão acabou...por decadas á fio...

      Excluir
  6. Corvos não sabem fazer mais nada na vida.
    só sabem fazer uma operação matemática: 6%.

    Como não estão vendendo nada, nem para comprar um café, fico imaginando um Corvo preenchendo um currículo!

    Habilidade profissional: sabe mentir
    Vende ilusões, habil ardiloso e malandrinho como o diabinho.
    Engana até a mãe.
    Já vendi um apartamento de 40 m2 que vale 30.000 foi negociado por 400.000.

    Vão dar vassoura para o corvo varrer rua.
    Vá varrer rua seu mentiroso .
    enganou milhões vendendo mrv, tenda e outras porcarias e agora o povo está endividado.

    ResponderExcluir
  7. Concordo com voce anônimo 2 fevereiro 09:31

    ResponderExcluir
  8. Tudo mentira. Imóvel não está imóvel ele valoriza 30% a.a.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então pode ficar a vontade meu amigo.
      Vá comprar 40 m2 por 868.000 para ajudar os corvos a ganhar 6%.

      Excluir